domingo, 23 de outubro de 2011

Antes e depois!!!

Porque é necessária transparência, porque são necessárias pessoas serias, porque se cortam verbas a quem precisa. Os legisladores deveriam ter mais atenção com algumas pessoas, que pelos vistos tiram proveito de posições privilegiadas que ocuparam enquanto membros do governo. Aparentando pouca ética, estas pessoas tem que ser impedidas pela legislação, de supostamente continuarem a lesar todos os portugueses, com decisões pelas quais não são responsabilizados e que muitos proveitos lhes trazem. Quatrocentos ex políticos a receberem subvenções do estado, oito milhões de euros em 2011, é muito dinheiro para quem não precisa, para quem cometeu tantos erros, para quem salvaguardou o seu futuro não tendo a mesma preocupação para com os seus concidadãos, sendo essa uma das funções para a qual foram eleitos!    
Um dos motivos porque o Governo se tornou fiador de 20 mil milhões de euros de transacções intra bancárias.
Os de hoje, vão estar como gestores da Banca amanhã,  pois os de ontem, já estão por lá hoje.
Então vejamos:
Fernando Nogueira:
Antes - Ministro da Presidência, Justiça e Defesa
Agora - Presidente do BCP Angola

José de Oliveira e Costa: (o tal que foi preso)
Antes - Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais
Agora - Presidente do Banco Português de Negócios (BPN)

Rui  Machete: (ninguém o ouve!)
Antes - Ministro dos Assuntos  Sociais
Agora - Presidente do Conselho Superior do BPN (o banco faliu mas o governo resgatou!)
         - Presidente do Conselho Executivo da FLAD

Armando Vara: (Aquele a quem o sucateiro oferecia caixas de Robalos)
Antes - Ministro adjunto do Primeiro Ministro
Agora - Vice-Presidente do BCP (demissionário a seu pedido, antes que fosse demitido)

Paulo Teixeira Pinto: (o tal que antes de trabalhar já estava reformado)
Antes - Secretário  de Estado da Presidência do Conselho de  Ministros
Agora - Presidente do BCP (depois de 3 anos de “trabalho”, saiu com 10 milhões de  indemnização, mais 35.000 Euros x 15 meses por ano até morrer...)

António Vitorino:
Antes - Ministro da Presidência e da Defesa
Agora - Vice-Presidente da PT Internacional
         - Presidente da Assembleia Geral do Santander Totta
         - Comentador RTP
 
Celeste Cardona: (a tal que só aceitava o lugar na Biblioteca do Porto se tivesse carro e motorista às ordens, mas o vencimento era muito curto)
Antes -  Ministra da Justiça
Agora - Vogal do CA da CGD (um ordenado princepesco)

José Silveira Godinho:
Antes - Secretário  de Estado das Finanças
Agora - Administrador do BES

João de Deus Pinheiro: (aquele que agora nem se vê)
Antes - Ministro da  Educação e Negócios Estrangeiros
Agora - Vogal do CA do Banco Privado Português (o tal que também faliu)

Elias da  Costa:
Antes - Secretário de Estado da Construção e  Habitação
Agora - Vogal do CA do BES (mais um banqueiro!)

Ferreira do Amaral: 
Antes - Ministro das Obras Públicas (que entregou todas as pontes a jusante de Vila Franca de Xira à Lusoponte)
Agora - Presidente da Lusoponte


É Portugal no seu esplendor … e depois até queriam que se declarasse as prendas de casamento e o seu valor.
Já é tempo de parar esta pouca vergonha! 

Sem comentários:

Publicar um comentário