quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Injustiças no futebol.

O futebol move multidões, é um desporto onde por vezes as paixões clubisticas passam os limites do racional. Todos nós que gostamos de futebol, por vezes, na defesa do nosso clube ou das nossas opiniões sobre determinado facto no que diz respeito ao "à bola" somos pouco sensatos!
Eu gosto muito de futebol, gosto muito do Sporting, não sou diferente dos demais adeptos, mas tenho dificuldade em entender determinadas coisas!
Pelos visto o motivo da cena de pancadaria na noite de ontem no balneário do Sporting teve a ver com o facto do Liedson defender o Rui Patrício, quando este foi acusado pelo "grande sportinguista" e director do futebol profissional do Sporting, Sá Pinto, de ter dado um frango no 2º golo sofrido frente ao Mafra.
Ora bem, não sei o que se passou com a bola ou com o Patrício para que ele tenha cometido aquele deslize. O que eu não concordo e que acho errado é quando um guarda redes tem um deslize, faz um frango ou não faz tudo o que está ao seu alcance para impedir a bola de entrar, toda a gente o critique e se diga que determinado clube perdeu em virtude do frango do seu guarda redes. Não porque ele não tenha tido o deslize e feito o frango, mas sim porque esse deslize só se faz notar, nomeadamente levando à derrota, quando muitos outros durante o mesmo jogo também cometem erros mas que passam indiferentes.
No jogo do passado fim de semana do Sporting com o Nacional, o 1º remate do nacional à baliza deu em golo, se tivesse sido um frango coitado do Patrício, mas nesse mesmo jogo e antes do referido golo já o Saleiro e o Postiga tinham falhado dois golos de baliza aberta! Então não são eles também culpados do meu clube ter ainda o marcador a 0 quando o Nacional marcou? Então não cometeram eles também dois deslizes? O deslize no contexto de que falo é nem mais nem menos do que falhar! Falhar nas funções para que cada um está incumbido, se falham todos porque é que se acusa o guarda redes da derrota e nunca se acusa o ponta de lança? Ambos tem a mesma quota parte de culpa, um porque falhou na defesa outro porque falhou no ataque. Se o futebol é um jogo colectivo porque se teima em culpar individualidades quando o que falhou foi todo o grupo?
A mesma opinião tenho em relação às arbitragens. É um facto que há árbitros muito maus, é um facto que há arbitragens habilidosas, mas uma equipa só perde um jogo porque marca menos golos que o adversário! Com idade que tenho nunca vi nenhum arbitro a marcar golos pelo adversário, nunca vi nenhum arbitro a invalidar golos por dá cá aquela palha até á exaustão! Posso ilustrar a minha opinião com dois exemplos, ambos referentes ao Sporting. O 1º referente um jogo que presenciei há alguns anos no antigo estádio de Alvalade que opunha o Sporting ao Boavista, onde o Sporting foi "roubado" até à exaustão mas o resultado final foi de 4-0 a favor do meu clube, só porque apesar de todas as habilidades e descaramentos não houve hipótese, o Sporting foi muito superior ao Boavista, metendo a bola na baliza 5 vezes, o arbitro nunca teria coragem de invalidar 5 golos. Jogamos melhor fomos mais eficazes, ganhamos!
O 2º exemplo é a ainda recente vitoria do Benfica na Taça da Liga, também um jogo com alguns erros graves de arbitragem, e que fizeram com que o jogo tivesse que ser decidido pela marca de grandes penalidades. O Benfica ganhou a Taça porque foi superior!(se é que alguma vez é!)Quando lhe foi dada a oportunidade de se redimir do mau jogo que tinha feito, não falhou marcou todos os penaltis e o Sporting não. Quero com isto dizer, que apesar de o arbitro não ter sido nosso amigo, se não tivéssemos falhado a Taça que é exibida na sala de troféus da Luz estaria na, mais modesta mas muito mais bonita, sala de Alvalade para grande orgulho de todos os Sportinguistas.
Vamos deixar de ser injustos com quem não merece e vamos começar a ser justos com os que mais vezes durante um jogo de futebol falham aquele que é o principal objectivo do jogo: MARCAR GOLOS.

Sem comentários:

Publicar um comentário